domingo, 20 de setembro de 2009

CONCENTRAÇÃO DE MACHOS

A concentração para confirmação de cavalos inteiros, sempre foi assunto polêmico e motivo de exaustivas discussões entre os crioulistas.Escuta-se os mais diferentes tipos de comentários, sendo o mais comum aquele que diz que a ABCCC mandou "apertar" ou "afrouxar" a marca.
Como integrante do corpo técnico da Associação, posso afirmar que em nenhum momento tivemos tal tipo de instrução.Existe sim, a preocupação de manter a pressão de seleção para que nossa raça evolua constantemente, a busca por homogenizar os critérios, realizando dias de campo, onde analisamos uma diversidade grande de animais, trocamos idéias buscando sempre a sintonia fina.Concluímos quais ítens são preponderantes para um cavalo ganhar a marca e quais são determinantes para seu aprazamento.
Mesmo assim, temos grande dificuldade, de concientizar algumas pessoas de tudo o que envolve essa árdua tarefa, principalmente quando seu objetivo não é alcançado.
Em contrapartida, cabe também analisar o perfil de alguns expositores que apresentam animais a concentração:
* pelo melhor preço - adquirem potros pelo preço mais barato possível, animais considerados descarte em seus criatórios, e tentam dele fazer um reprodutor;
* pedigree - outros analisam somente o papel do cavalo, sem preocupar-se com o fenótipo.O técnico ao analisar um cavalo em concentração, não leva em consideração sua genealogia;
* sem medida - alguns insistem em apresentar animais sem as medidas mínimas preconizadas pela Associação, valendo-se, muitas vezes, de artifícios para alcançar seus objetivos.

Para que possamos entender os ítens analisados no momento de confirmar ou não um cavalo,nos detemos basicamente em 5 quesitos:
_ tipicidade racial;
_ qualidade de linha superior;
_ bom nível de aprumos;
_ aptidão funcional;
_ equilíbrio.
O cavalo que obtiver 50% da nota como suficiência mínima em todos os 5 quesitos, é um cavalo apto a confirmação, embora alguns indivíduos nós tenhamos resalvas quanto ao seu uso reprodutivo.

Medidas para Confirmação de Cavalos Inteiros
XXXXXX Mínima X Máxima
Altura X 1,40 XX 1,50
Tórax X 1,68 XX sem medida máxima fixada
Canela X 0,18 XX sem medida máxima fixada

Para diminuir sensivelmente o número de aprazamentos nas concentrações,e por consequência melhorar o nível de satisfação dos criadores e usuários do cavalo, precisamos aumentar a pressão de seleção dentro dos criatórios.Submeter os potros a análises técnicas periódicas, e dentro do possível, ao comercializar os animais de descarte, não criar expectativas.

9 comentários:

  1. Rodrigo, sou de rio grande-RS , onde haverá concentração de machos dia 23 do mes corrente, eu tenho um cavalo rosilho mouro de altura 1,42m , Toráx 1,66m e Canela 0,14m.O cavalo é inteiro,data de nasc.30/11/05, FV Juruna, RP:15 , SBB:B23944, neto de debochado do quartel mestre... Gostaria de saber tua opinião a respeito do cavalo de acordo com as informações que te passei, se posso mantê-lo como reprodutor, ou se o futuro é criá-lo castrado. Já trouxe ele em uma confirmação que teve no mes de agosto, no balneário cassino, o técnico era Ricardo Pinto Torres, que deu a ele as seguintes notas: Conj.=4,4 Cab.=4,5 Pesc.=4,7 L.Sup.=4,7 T.V.F.=6,4 (Obs. os valores podem estar errados pois o numero 4 do tecnico é muito parecido com o numero 6, entaum pode haver erros de interpretação minha nos valores, por motivo de ilegibilidade.)Gostaria de mante-lo um reprodutor, pois sou muito apegado ao crioulismo, e futuramente gostaria de correr provas credenciadoras nele, pois ele é um cavalo muito equilibrado, funcional, dócil e bem disposto. Peço a tua opinião a respeito. Se possível, entre em contato pelo meu e-mail- joel.cdn@hotmail.com ou pelo tel:0xx53-84420720 meu nome é Joel de Avila Junior, desde já agradeço. PS- não lembro com exatidão a data, mas senão me engano no ano de 2006 ou 2007, inscrevi-o no incentivo durante a expofeira aqui de rio grande, em 7 cavalos ele ficou em 3°, muito elogiado pelo jurado, que falou para o ginete que estava puxando o cavalo, que nós investissemos nele que ele tem tudo para ser um grande reprodutor da raça crioula. Obrigado, desculpa qualquer coisa.

    ResponderExcluir
  2. Carlos Fernando Kich28 de outubro de 2009 20:38

    Rodrigo, primeiramente gostaria de parabenizar-lo pela bela iniciativa de criar um blog. Sou um admirador da raça, tenho alguns animais e estou sempre tentando aprender um pouco mais sobre o cavalo crioulo. Acredito que a divergência de opiniões gera as discussões que vão levar ao avanço. Vão ai algumas considerações de um leigo.
    A confirmação dos animais é pré-requisito para que estes possam iniciar sua vida reprodutiva, contudo você afirma em seu texto que “o cavalo que obtiver 50% da nota como suficiência mínima em todos os 5 quesitos, é um cavalo apto a confirmação, embora alguns indivíduos nós tenhamos ressalvas quanto ao seu uso reprodutivo”.
    Ai vem minha primeira dúvida: um animal com ressalvas quanto ao seu uso reprodutivo não deveria de ser castrado ou no mínimo aprazado?
    Pois, um animal castrado pode participar de todas as provas do cavalo crioulo com exceção do Freio de Ouro onde no meu ver seria ilógico ter como ganhador um cavalo com ressalvas já que esta prova é uma ferramenta de seleção.
    Segunda dúvida: Qual a relevância reprodutiva de um animal que tenha nota (não sei se é o termo certo) próxima de 5? E mais, existe algum exemplo de reprodutor com morfologia muito baixa (menor que 5,5) que tenha contribuído substancialmente no melhoramento da raça?
    Pergunto, pois sempre se ouve dizer que é muito difícil um animal com nota morfológica abaixo de 7 ganhar o Freio de Ouro. Mas, em contra partida temos grandes reprodutores que competiram no Freio com nota um pouco inferior a 7, mas que em sua vida reprodutiva contribuíram para o melhoramento da raça como é o caso do BT Delantero. Sendo assim, não seria o caso de se considerar um aumento no fator determinante para a confirmação dos 50% atuais para 60%? Ou que somente machos sem ressalvas fossem confirmados?
    Desde já obrigado.

    ResponderExcluir
  3. gostaria de saber quais sao as medidas necessarias para confirmar um cavalo, comprei um mas nao entendo muito disso, sei q é crioulo mas gostaria de outras informacoes se possivel. obrigada

    ResponderExcluir
  4. Ewerson Breda - Curitiba - PR14 de dezembro de 2010 11:56

    Bom dia a todos, Meu nome é Ewerson Breda, sou médico veterinário e zootecnista. Estudo o cavalo crioulo ahá pelo menos 15 anos, participando de julgamentos com juízes renomados no passado e estudando sobre cavalos até hoje. A questão da confirmação dos reprodutores é polêmica mesmo, porém já vi muitos bons cavalos, referindo-me ao comentário do colega Carlos Fernando, na época numa credenciadora de inéditos na cabanha São Rafael um cavalo chamado Chimango do Saiqui, de propriedade na época se não me engano da Cabanha Maufer, sair com 5,8 de cabresto e perder a final por centésimos para um cavalo que já desapareceu, chamado Tordilho do Junco. Era realmente um fenômeno funcional, conduzido pelo Nei Eduardo Lima, antes das glórias alcançadas hoje, mas que já florescia um talento absurdo naqueles tempos. Mas te pergunto, ouviste falar de alguns filho deste cavalo? Tinha um pedigree bom mas era pífio perante os demais concorrentes. Acho que até andou no freio, mas sumiu.Claro que sempre irão existir fenômenos funcionais mas, para se provarem como pais, eles devem ter chance de emprenhar grandes éguas, o que acho que só alguém com muita compaixão o faria. Temos que pensar em cavalos sem paixão, visando sempre resultados e como consequencia bons individuos que tenham liquidez, pois, uma cabanha não vive somente de emoções, precisa de renda para continuar o seu trabalho...e como nos comentários do próprio Rodrigo, uma cabanha não se faz somente de reprodutores, claro que são importantes, mas as éguas ou as linhagens maternas são muito mais importantes do que os próprios reprodutores, na minha opinião. Grande abraço e Feliz 2011.

    ResponderExcluir
  5. boa tarde a todos eu gostaria de saber se para um cavalo ser confimado ele tem que ter a marca da cabanha

    ResponderExcluir
  6. Gilnei Machado-Viamão-RS. Sou um apreciador do Ctioulo mas vejo hoje criadores tocando bóia no cavalo encoxeirado, fazendo nataçao com os potros, forçando o animal crescer rapidamente para domar antes do tempo, com menos de 3 anos, para vender logo ou adquirir um aspecto físico . Acredito que isso leva a causar doeças na musculatura e estrutura óssea. Na minha opinião deveria crescer à campo como a raça foi formada, até mesmo para poder manter a rusticidade, que creio que nosso cavalo vem perdendo,além do que seria uma forma de manter-se a seleção. É uma pena ver uma raça formada naturalmente ser alterada pelas mãos do homem devido aos seus interesses comerciais e para apurar morfológicamente oquê ao natural levaria mais tempo.

    ResponderExcluir
  7. uma pergunta amigo, no caso de adquirir animais de outro país, argentina por exemplo, qual os cuidados devo ter para que a ABCCC veja meu animal como um crioulo puro

    ResponderExcluir
  8. qual e a medida da costela

    ResponderExcluir
  9. tenho garanhão q tem os bago recolhido como funciona...confirmo cavalo ou garanhão ?

    ResponderExcluir